pesquisa google

Pesquisa personalizada

domingo, 22 de fevereiro de 2009

paixão de verão


É SILENCIO,
ESCUTO SOMENTE AS GAIVOTAS A CANTAR,
TARDE QUENTE DE VERÃO,
AS ONDAS QUEBRAM NA PRAIA,
E VOLTAM PARA O MAR,
REFRESCANDO A QUENTE AREIA,
ESCALDANTE, COM O CALOR DO SOL,
QUEIMA A SOLA DO PÉ,
DE QUEM PELA AREIA PASSEIA.
CASAIS ENAMORADOS,
NO CALOR DO VERÃO,A BEIRA DA PRAIA,
TROCAM JURAS DE AMOR,
TROCAM BEIJOS APAIXONADOS,
SEUS CORPOS SE INCEDEIAM COM O CALOR.
DESPERTAM EM SI,
O DESEJO E A PAIXÃO
QUERENDO ESTAREM JUNTOS NA ETERNIDADE
É O JOGO DA SEDUÇÃO.
ACABA-SE ENTÃO O VERÃO
E COMO O CALOR ABRASADOR
COMO UM VENTO QUE PASSOU
FOI-SE EMBORA A PAIXÃO
FOI-SE EMBORA O AMOR
TUDO VOLTA AO SILENCIO
VOLTO-ME A AO VAI E VEM DAS ONDAS
SOZINHO A BEIRA DO MAR
EU E A SOLIDÃO A ME ACOMPANHAR.

Postar um comentário