pesquisa google

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

à duras penas

     
                                                

 Vivemos hoje em dia,tempos dificeis,de provações,e muita dificuldade
cada vez mais o homem se afasta do amor divino e da espiritualidade,cada
vez mais nos aproximamos do materializmo e do consumismo,não existe mais
a palavra caridade,e o pronome mais usado é o meu,e o proximo,mantemos
cada vez mais distante de nos,longe de nossos olhos,para que sua pobreza
e miseria não possa nos incomodar e nem ferir nossos olhos.
      Meus amigos e irmãos,estamos vivendo um periodo de tranzição em nosso 
mundo onde não ha lugar para mesquinharias,odio,raivas,desafetos.Estamos vivenciando
um periodo de transição em que a humanidade sera obrigada a evoluir,espiritualmente 
e moralmente,não mais espaço em nosso mundo para a falta de amor e moralidade.
     Talves não estejamos aqui para presenciarmos estes fatos,mas nossos herdeiros
estarão aqui,pertence a eles este mundo.Mostremos pois ao menos nesta época do ano
que somos capazes de nos entregar ao amor que o pai e criador de todas as coisa espéra que sejamos
capazes.

O AMOR AO PROXIMO,O PERDÃO ABSOLUTO E FÉ DE QUE ESTE MUNDO ESTARÁ EVOLUINDO PARA SER UM MUNDO DE REGENERAÇÃO,DEIXANDO PARA TRAZ AS PROVAS DURAS DA ESPIAÇÃO A QUE TEMOS DE PASSAR.


 peço ao pai misericordiozo,que ilumine o caminho de seus filhos
que sejamos todos guiados na senda do bem,que seus espiritos de luz
e seus anjos da guarda,nos mostrem o caminho reto,da caridade,do perdão e do amor.

assim seja

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

POESIA E INSPIRAÇÃO



Minha alma poética 
procura a beleza nas palavras
não quero seguir éticas
quero a poesia que renova


Quero a beleza em rima
que a todos possa encantar
que fale direto a alma
de que se põe a escutar


Busco ainda a rima perfeita
que não caia na ostracidade
ja que temos alma eleita
que não se rende a mesmicidade


Alma serena
corpo rebelde
alma de tenacidade poética
em corpo que versos produz
em rimas cinéticas


Não cessam os movimentos
vai e vem de palavras
explosão de sentimentos
a boca recita o lirismo
tecido de rimas novas


Ainda busco encantar
nestes versos rimados
algumas almas inspirar
nesta orgia fonética
de versos inspirados


Não tem hora certa
nem lugar destinado
a palavra vem embalada
numa inspiração avassaladora
e assim nasce mais um verso
desta mente criadora


Chega assim  final
de mais uma rima criada
o verso esta completo
nesta mente inspirada

domingo, 25 de outubro de 2009

ARMA AFOGADA



Que se calem as armas
afogadas em sangue inocente
ai que gritam almas por justiça
vitimas da fria bala ardente
partidas de mão bandida
varando o corpo,bala perdida


Silenciam-se os trovoares
por fim que se faça a paz
talvez no coração dos homens
amanhã a igualdade se faz


Fuzil jogado no chão
ao alcance de mãos tão infante
toca arma reluzente
ja não é mais inocente


Almas feridas,maculadas
carregadas de pecado
tiram da familia pai e irmão 
ganância,moeda de mercado
que corre entre os capitais
e a ira extermina os rivais


Sangue,sangue,sangue
sangue que escorre no chão
bala de lugar nenhum
carrega da vida mais um irmão


Arma homicida,bandida e vil
mais vil porém a mão que te segura
faz a pontaria,mira o destino
mais uma familia se fratura


Afoga-te arma bandida
mergulha no aço fervente
encontra novo destino
não extermine nossa gente


e tu mão assassina
que o rifle entre os dedos segura
que te faltem pois os braços
que lhe penda de lado a cabeça
que teu exemplo seja a lição
para a geração futura





terça-feira, 13 de outubro de 2009

Vencerás




- Não desanimes.
- Persiste mais um tanto.
- Não cultives pessimismo.
- Centraliza-te no bem a fazer.
- Esquece as sugestões do medo destrutivo.
- Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.
- Avança, ainda que seja por entre lágrimas.
- Trabalha constantemente.
- Edifica sempre.
- Não consinta que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
- Não te impressione diante das dificuldades.
- Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia a dia.
- Não desistas da paciência.
- Não creias em realizações sem esforço.
- Silêncio para a injúria.
- Olvido para o mal.
- Perdão as ofensas.
- Recorda que os agressores são doentes.
- Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho, ou te afoguem a esperança.
- Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.
- Não contes vantagem, nem fracassos.
- Não dramatizes provocações ou problemas.
- Conserva o habito da oração para quem se te faz a luz na vida íntima.
- Resguarda-te em Deus e perseverá no trabalho que Deus te confiou.
- Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
- Age auxiliando.
- Serve sem apego.
- E assim vencerás.






Médium: Francisco Candido Xavier
Do livro: Astronautas do Além, editora GEEM.
Por: Emmanuel.

domingo, 11 de outubro de 2009

VIDA E AMOR PASSARINHO






a felicidade de um passarinho
é bater suas asas e voar
e depois de cansado
voltar para o ninho


voar por toda a natureza
sem pressa de voltar
passarinho volte para o ninho
esta na hora de descansar


vem chegando a noite
ha predadores la fora
tem homens na floresta
trazem na mão a gaiola


amanhece novo dia
passarinho sai do ninho
vai em busca de alimento
mas não saia por ai sozinho


voa em bando passarinho
voa bem alto la no ar
aqui da terra fico observando
passarinho a cantar


passarinho canta alegre
redobra seu cantar
chama atenção do perverso
que o quer engaiolar


passarinho senta na arvore
sente suas asas cansadas
não estava preparado
tinha passarinhas na copada


passarinho se enredilhou
tombou de amores caido
enfeita sua penugem
redobra o piar
é tarde,ja é marido


passarinho constroi seu ninho
no alto de uma ramada
para acomodar a passarinha
hoje,esposa amada


voa passarinho
voa bem alto la no ar
agora tens a passarinha
que te segue,também a piar


passarinho voa feliz
vem a terra se refrescar
a beira de uma poça d'agua
passarinho,em gaiola foi entrar


hoje canta triste o passarinho
preso em uma gaiola
deixou saudade na passarinha
que voa sozinha,chorosa


passarinho hoje mudo
não redobra seu cantar
preso em minuscula gaiola
não pode mais voar


chora passarinho,chora
preso em gaiola aviaria
porém ninguém mais chora
que uma passarinha solitaria


passarinho ja velho cansado
sem forças para cantar
pelo perverso foi solto
não esperava o bandido
passarinho voltou a voar


procura pelo velho ninho
ainda hoje ocupado
escuta um fraco piar
passarinha quase sem forças
feliz,voltou a cantar


passarinho sentiu saudade
da vida em liberdade
sentiu saudade da amada
a passarinha,sua eterna namorada


voltou pra casa o passarinho
voltou para o céu a voar
hoje ainda acompanhado
tem seus passarinhos
para também o céus voar

MENINA FEITICEIRA




Meigo olhar colorido
jeito manhoso de menina
te carrego no colo
com segurança e carinho
como joia fina

Teus belos cabelos negros
lisos e escorrediços
chegam a beirar a cintura
teus longos cabelos negros
me prendem num feitiço

Antes que me aperceba
estou todo enredado
este teu jeito de menina
me mantém cativado

Feiticeira sem feitiços
teu fado ja me queimou
a luz de teu olhar
meu coração ja  dominou

Na primeira vez
que divisei teu olhar
senti-me numa fogueira
que ardia sem queimar

Menina,bela feiticeira
teus belos olhos de cor
arrancam de mim suspiros
é teu o meu amor

Como é poderoso teu feitiço
em teu corpo traz o fado
menina em corpo de mulher
quero estar para sempre a teu lado

Minha menina,minha feiticeira
de caminhar tão sedutor
hei de ajoelhar-me ateus pés
e te jurar eterno amor

Minha bela feiticeira
te entreguei meu coração
te dou a minha vida
por prova desta paixão

sábado, 10 de outubro de 2009

SONS NOTURNOS




Na noite fria e silenciosa
escuto o grito abafado de um coração
afundo a cabeça no travesseiro 
mas persiste a palpitação

Sozinho escutando os sons noturnos
a morna aragem do verão
vem beijar meu corpo
perdido na escuridão

Ouço o lamento dos insetos
na quente e escura noite
em que até o lamento dos cães
parece uivo arrancado a açoite

Levanto descalço da cama
vou até minha janela
fico maravilhado com a noite estrelada
e mais uma vez,fico pensando nela
que saiu da minha vida
caminha por outra estrada

A noite parece me chamar
grita alto meu nome
e saio para um andar noturno
caminhando por ruas desertas
assim me encontro taciturno

Os sons da noite sibilam a meu redor
como serpentes prestes a dar o bote
para um instante a escutar
lembrando meus tempos de piazote

volto para o silêncio do meu quarto
foi um agradavel passeio
andei na noite quente e serena
sentindo bater no rosto
a brisa que me cobria,amena .



 

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

o caminho para a felicidade


Aquele que busca alcançar a felicidade,
deve antes trilhar o caminho das trilhas sinuosas,
espinheiras e pedregosas.
Deve trilhar o caminho da verdade,deixando para traz de si a ilusão.
Deve trilhar o caminho do perdão,esquecendo do orgulho e do egoismo,
sentimentos que degrinem a evolução do homem.
Deve praticar a caridade e o desapego materialista e de si próprio,
ter compaixão pelo próximo,ser manso e prudente.
Deve ignorar o cupidismo,e a luxúria,ter amor por todos os seres,seus irmãos.
Aquele que puder fazer tudo isso,estará mais próximo da verdadeira felicidade,
que não pertence a este mundo.


Ja busquei a felicidade
foram tantos caminhos que andei
conheci tanta gente,tantos lugares
mas a felicidade não encontrei


atravessei continentes
por mares naveguei
e antes de terminar a viagem
sentei e chorei


conheci então um anjo
na figura de um velho
muito vivido e sabío
dele recebi um conselho


viver a vida plena
isso posso escolher
ser caridoso e pacencioso
isto eu posso ser


para ser feliz
devo praticar a caridade
e por todas as ofensas
devo de ter piedade


ouçam todos vós
que pelo mundo andais
sejam unidos a vossos irmãos
e vos recebereis,pelo bem que praticais

terça-feira, 29 de setembro de 2009

MAIS UM DIA

                                 

Veja o dia que vem vindo
puxado pelo astro rei
o céu vem colorindo
e o amanhecer despontando

Traz o sol
uma luz radiante
ilumina mais um dia
levando a vida por diante

Veja a beleza dos jardins
as flores a se abrir
os botões de rosas fechados
parecem ainda dormir


O verde dos canteiros
da mais vida ao colorido
o beija flor e aborboleta
passeiam neste jardim florido

Observe a natureza
tão rica,tão viva
imagine-se neste cenario
você também faz parte dessa beleza

http://twitter.com/delonir

domingo, 27 de setembro de 2009

ASSIM NASCEU O AMOR



És tão linda
és bela e formosa 
teu corpo parece pintura
em uma tela oleosa


Te olhando assim pensativa
tento,teus pensamentos adivinhar
fico um tempo te olhando
perco a noção do tempo
quando fico a te admirar


De poucas palavras,silenciosa
de breve,porém,sincero sorriso
percebo-te na flor da vida
por estes olhos que te diviso


Então em um breve aceno
uma breve troca de olhar
olhei no fundo de teus olhos
me perdi
começava a te amar




http://twitter.com/delonir




sábado, 26 de setembro de 2009

BRISA DA TARDE


o sol ilumina a tarde
uma leve brisa a soprar
o sol vem e aquece
o vento vem me acariciar

suave como toque de moça
acaricia meu corpo este vento vil
amante de outras paragens
me vem com seu ardil
no fim da tarde
trazendo fria aragem

balança as folhas das arvores
balança até que a folha caia
o vento a apanha no ar
e antes de tocar o chão
outro galho desfolheia

a tarde antes serena
com este vento soprando
ganha ares de amena
assim vai esfriando

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A FORÇA DA CARIDADE





Quando veres um irmão caido
mão estendida,pedindo esmola
não deis vossa moeda por que pesa
dai sim vossa moeda por caridade
e na caridade fazei escola

toda vossa caridade,vosso desprendimento
tudo isso no céu será pesado
na hora de prestares contas de seus atos
este será vosso legado

lembrai-vos no entanto
nada adianta doar vosso ouro
que falta nenhuma voz fará
doai seu suor e seu sacrifício
e assim caridade será

a caridade será para voz
a unica riquesa que possuireis no céu
para Deus a unica moeda aceita
para cada obra vossa de caridade
no céu a multiplicação de sua moeda é feita

não penseis que sois muito pobre
não dizeis nada posso doar
tendes o vosso tempo e vosso labor
também o é caridade para que possa doar

veja pois voz todos
perdoar também é caridade
perdoar uma ofensa sofrida
aumenta no céu de sua moeda a multiplicidade

dentre todas as formas de caridade
não vos esqueceis da prece
a favor de vossos irmãos
mesmo os que partiram vos devendo
precisam de oração

praticai pois a caridade
pois assim afastas de voz
a chaga do egoismo
porém cuidado com vosso orgulho
irmão da vaidade

praticai a caridade
parceira do amor
nos eleva para os céus
onde seremos todos livres da dor

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

PALESTRA ESPIRITUAL



Vou falar para voz
de um sonho tão real
sonhei que pelos céus voava
acompanhado de um amigo leal
e que o infinito quase tocava

o sol brilhava,brilhava
nas azuis aguas do mar se refletia
nada de entraves em seu caminho
a todos os seres com seu calor aquecia

sonhei então que a terra voltava
fui parar em um auditório
pairando proximo ao teto
eu volitava

do alto,vi o prédio lotado
todos ali aguardavam
uma palestra no horario marcado

senti uma forte atração
uma força que não pude resistir
de volta me encontrava ao chão
para a palestra também assistir

porém ao olhar para o lado
que grande a minha surpresa
o auditorio que eu vi lotado
aqui de modo que eu veja
apenas meia duzia de gato pingado

meu amigo silêncioso
rompe sua habitual quietude
ao notar meu espanto
solicita-me mudar de atitude

guardo silêncio dentro da sala
escuto inquieto a palestra
que o orador nos fala

não lembro de pronto o conteudo
o teor do falatório pois estava muito preocupado
com o que houvera no auditório

finda-se então a palestra
e antes vir embora
escuto meu solêncioso amigo
uma explicação sem demora
do fato ocorrido

dizia-me ele então
que o que eu vira não éra iluzão
todos que ali estavão
também éram irmãos

falou-me então do mundo
e falou-me do outro mundo
do mundo dos homens
do mundo dos espiritos
do mundo de provas e de dor
e do mundo de amor

falou-me da evolução dos espiritos
da roupa da alma
explicou-me que não há morte
da nescecidade de reencarnar
a qual da vida faz parte

voltei-me com olhar curioso
como criança a indagar
e antes de eu perguntar
antes da pergunta formular
ele me responde
que o trabalho não deve parar

volto a perguntar
a que trabalho se refere
e antes de qualquer reação
meu corpo se move
hora de voltar

ainda há perguntas
que devo fazer
mas sei que na hora certa
alguém há de me esclarecer



sentidos

no grito incessante do silencio
quase me perdi no labirinto
na estranha ausencia dos sentidos
percebi
não mais te sinto

triste constatação
fiquei cego
para não mais te ver
perdi meu tato
por tanto o tezão
não mais a poderei te ter

deixei então de caminhar
para onde poderia eu ir?
surdo também me tornei
para tua voz
nunca mais ouvir

de meus olhos brotam lagrimas
olhos cegos que nada veem
no entanto tua imagem
colada na minha retina
para sempre do meu amor zombando
e eu para sempre
te amando

SÃO RIMAS E VERSOS



SÃO RIMAS E VERSOS

Escrevi poesias
nas formas das nuvens
palavras soltas no vento
na clareza dos dias

nada sutil as tempestades
me emprestam também suas rimas
com ventos fortes soprando
cumprindo suas destrutivas sinas

ah!nem falei da noite estrelada
que também me deixam versos
e a lua hoje prateada
amanhã tem seu reverso
em tom de cheia avermelhada

e agora que chego ao fim do dia
de mão tremula a falha
espero as walkirias
que me conduzem ao valhala
onde descasara minh'alma




terça-feira, 22 de setembro de 2009

DO CREPÚSCULO AO LUAR


Olhando em teus belos olhos
Vendo-a sorrindo
Sob o brilho do sol crespular
Que vai aos poucos sumindo

Me vejo em teus olhos
Refletido
Me encontro, ante tua beleza
Rendido

Meu rosto próximo ao teu
Respiração ofegante
Dois lábios que se colam
Em um beijo extenuante

O sol sumindo envergonhado
Pelo beijo presenciado
Traz atrás de si o luar
Para os amantes iluminar

Banha-os com seus raios prateados
Como seus corpos a cobrir
Pintando em tons de aquarela
Esta cena a colorir

Perdida em devaneios
Sonhos e desejos
Na noite enciumada
Desperto em um beijo

Preso em teu olhar
Impossível desvencilhar
De teu aconchegante corpo
Neste belo anoitecer
Em que uma magia
Está a nos envolver

Com as estrelas a nos espiar
Me entrego pleno de amor
Em teus braços a me enlaçar
Nesta noite sem cor

Apenas pontos brilhando
Em um céu escuro
Dois corpos iluminando
Presos neste amor maduro

Tanto que te esperei
Uma vida a te procurar
Finalmente te encontrei

domingo, 13 de setembro de 2009

POETA XUCRO


O cantador do Rio Grande
O poeta das estradas
Carrega papel, e caneta azulada
Fazendo poesia, ele aprende

Aprende a trovar no repente
Compor canções altaneiras
Encanta xinocas faceiras
Com poesias tiradas da mente

Trabalha na lida do campo
Leva vida de peão
Da labuta tira o sustento
É xiru deste chão

Ora índio xucro e arredio
Cerrega ao lado do laço
Rebenque de couro cru
Este pampeano xirú

Nas rimas que ele cria
Enaltece o Rio Grande
Tem orgulho da herança farrapa
Anda de pilcha alinhada
Esta cria mui guapa

Criado pelas macegas
Neste Rio Grande gaudério
De Tupã ganhou o mundo
O neto do velho Antério

Canto Rio Grande amado
Estrela brilhante
Na bandeira brasileira
Terra do sepé tiaraju
Filho da terra missioneira

Anda de cara amarrada
Não mostra os dentes a qualquer um
Não tira o chapéu pra ricasso
Quebra o chapéu na testa
Aperta o barbicacho

As noites á beira do fogo
Ceva o amargo bem quente
Símbolo da nossa terra
O chimarrão é da nossa gente

Passado de mão em mão
É nosso apresso á tradição
Confirma nossa amizade
Servindo o mate quente
Ouvindo esse poeta alcaide

sábado, 12 de setembro de 2009

SAUDADES DE PÍA




trago minha alma
carregada de saudade
dos tempos de outrora
das brincadeiras de pía
pelas ruas da cidade

das aventuas na estancia
das caçadas de tatu
pegando mussum nas valetas
brincando com a piazada
desviando das cruzeiras

tempos buenos que me recordo
carregado de saudade
preso neste apartamento,oprimido
pela vida na cidade

depois de homem feito
já sem pressa de envelhecer
inda recordo a infancia alegre
a que fui privelegiado de ter

A LIBERDADE DA ALMA


A LIBERDADE DA ALMA

já tentei tocar o céu
bem alto voar
ultrapassar as nuvens
sem sucesso lograr

anseio pela liberdade
dos grilhões da vida,despir
anseio a liberdade das avez
a alegria de ir e vir

porém preso me encontro
aos grilhões dos pecados passados
das vidas de outras éras
de vidas, sem recatos

talvez melhor assim seja
os grilhões da moralidade
aprisionam munha alma
sem chance de liberdade

porém eu sei
que de pecados redmidos
a alma será liberta
e todos grilhões destruidos

um novo lar, hei de habitar
longe de malfasejo anseio
volitar em novo mundo
aprender é meu desejo
antes da terra
retornar ao seio

livros de autores
deste mundo ausente
vou ler.vou aprender
vou muito laborar
noutro mundo,
em que são presente

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

FELICIDADE


procuro em vão encontrar
busco no vento a soprar
busco no canto dos pássaros
busco na natureza verdejante
busco sempre e constante
quem haverá de saber?
Onde encontrar a felicidade?
Seria no ser de uma mulher?
Seria em seu franco sorriso?
Não sei onde de fato
mas procuro em toda a cidade
essa tal de felicidade.
Ah!felicidade
tantos por ti matam
outros tantos por ti morrem
deusa pagã das lendas
mas afinal
donde tu moras oh,felicidade?
Acaso ja não sofri demais
já não verti todas as lagrimas?
Não sofri todas as dores?
Onde te encontro,mal danada
seria no arco em cores,
que vem após a chuva fresca?
Ainda procuro te encontrar
talvez, nos braços daquela mulher
que esta noite irei amar
e se la não estiver
ainda a procurarei
até a chegada da noite derradeira
quando fecharei os olhos
quando não mais acordarei
e no silêncio do sono sem fim
tenho certeza
a encontrei enfim.

domingo, 6 de setembro de 2009

CONTORNOS



aqui neste momento,
em que estamos sós
meus dedos tateiam teu corpo
desenhando teu contorno
procurando teus labios
buscando um beijo morno
liberando aquilo que esta preso,
o fogo,a paixão,o desejo
para então toma-la em meus braços
pondo-te fogo em um beijo.
Sinto o calor,na ponta dos dedos
que passeia em tua pele
mapeando teus contornos
teus segredos escondidos
revelados nos teus entornos
sinto teu coração pulsar
sinto a suavidade de tua pele
o brilho teu olhar
enquanto meus dedos fazem o retorno
deixando impresso o meu ser
o teu contorno
e quando não estas aqui
tenho em meu ser
teu desenho,uma pintura
feita na ponta dos dedos
que meus cegos olhos não enchergam
mas o coração vislumbra

sexta-feira, 17 de julho de 2009

o amor entre nos


EU E VOCÊ
NÃO É TÃO DIFICIL CONCEBER
NÃO QUERO SER APENAS TEU AMIGO
QUERO TEU AMOR,MAIS E MAIS MERECER

NÃO QUERO SER U PESO A TEU LADO
PROCURO SEMPRE UMA SAIDA
NÃO QUERO DIZER SEMPRE A MESMA COISA
POR ISSO ATRAVESSO TEU FUTURO
TENTO EM VÃO PROCURAR UM PORTO SEGURO

FECHO OS OLHOS
MAIS UMA VEZ COM VOCÊ SONHAR
TE ABRAÇAR E BEIJAR
CRIAR CORAGEM E CONFESSAR
NASCI A PENAS PARA TE AMAR

EU E VOCÊ
SOMOS MAIS QUE AMIGOS
SOMOS MAIS QUE IRMÃOS
há CALOR ENTRE NOS DOIS
há O FOGO DA PAIXÃO

DE UMA CHANCE A ESTE AMOR
DEIXE A LUZ ENTRE NOS BRILHAR
VOCÊ VAI DESCOBRIR,ESSE AMOR É MAIOR
QUERO DIZER AO MUNDO INTEIRO
NASCI PARA TE AMAR




quinta-feira, 9 de julho de 2009

o bandido vitima

recebi esta denuncia por email.

Quando advogado quer ridicularizar a classe é só fazer isso que esta abaixo.
É um verdadeiro palhaço de circo


AÇÃO JUDICIAL PROMOVIDA POR BANDIDO

Esta é lascar o bacamarte.

O QUE SE TEMIA:
QUEREM LEGALIZAR O ROUBO...
LADRÃO PROCESSA VÍTIMA POR LESÕES CORPORAIS.

Juiz considera 'uma afronta ao Judiciário' ação que assaltante moveu contra comerciante dono de padaria, por ter levado surra ao tentar roubar estabelecimento em Belo Horizonte.
Uma ação em tramitação no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, leva às últimas conseqüências a máxima segundo a qual a Justiça é para todos - todos mesmo.
O pedido de um assaltante, preso em flagrante e que decidiu processar a vítima por ter reagido durante o assalto, provocou surpresa até mesmo nos meios jurídicos e foi classificado como uma "aberração" pelo juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo, da 2ª Vara Criminal, que suspendeu a ação. Não satisfeito, o advogado do ladrão, José Luiz Oliva Silveira Campos, anuncia que vai além da queixa-crime, apresentada por lesões corporais: pretende processar, por danos morais, o comerciante assaltado.
O motivo: seu cliente teria sido humilhado durante o roubo.
Wanderson Rodrigues de Freitas, de 22 anos, se sentiu injustiçado e humilhado porque apanhou do dono da padaria que tentava assaltar. O crime ocorreu no mês passado, na Avenida General Olímpio Mourão Filho, no Bairro Planalto, Região Norte de BH.
Por volta das 14h30 de uma terça-feira, Wanderson chegou ao estabelecimento e anunciou o assalto. Ele rendeu a funcionária, irmã do proprietário, que estava no caixa. Conseguiu pegar R$ 45.
No entanto, quando ia fugir, foi surpreendido pelo dono da padaria, um comerciante de 32 anos, que prefere ter a identidade preservada.
“Estava chegando, quando vi minha irmã com as mãos para o alto. Já fui roubado mais de 10 vezes nos sete anos que tenho meu comércio.
Quatro dias antes de esse ladrão aparecer, tinha sido assaltado. Não pensei duas vezes e parti para cima dele. Caímos da escada e, quando outras pessoas perceberam o que estava acontecendo, todos começaram a bater nele também”.
“Muitos reconheceram o ladrão como autor de outros assaltos da região"
, conta o comerciante.
Ele diz ainda que, para render a irmã, Wanderson escondeu um pedaço de madeira debaixo da blusa, fingindo ter uma arma.
"Pensei que fosse um revólver. Quando a vi com as mãos para o alto, arrisquei minha vida e a dela. Mas estava revoltado com tantos crimes e quis defender meu patrimônio. Trabalhei 20 anos para conseguir comprar esta padaria. Nada foi fácil para mim e nunca precisei roubar para viver. Na confusão, chamamos a polícia e ele foi preso em flagrante por tentativa de assalto "á mão armada", conta.
O comerciante acha absurda a atitude do advogado. "O que me deixa indignado é como um profissional aceita uma causas dessas sem pensar no bem ou no mal que pode causar a sociedade. Chega a ser ridículo", critica.
Quem parece compartilhar da opinião da vítima é o juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo. Em sua decisão, ele considerou o fato de um assaltante apresentar uma queixa-crime, alegando ser vítima de lesão corporal, uma afronta ao Judiciário. O magistrado rejeitou o procedimento, por considerar que o proprietário da padaria agiu em legítima defesa. Além disso, observou que não houve nenhum excesso por parte da vítima.
O magistrado avaliou que o homem teria apenas buscado garantir a integridade física de sua funcionária e, por extensão, seu próprio patrimônio.
"Após longos anos no exercício da magistratura, talvez este seja o caso de maior aberração postulatória. A pretensão do indivíduo, criminoso confesso, apresenta-se como um indubitável deboche", afirmou o juiz. Da decisão de primeira instância cabe recurso.
Com 31 anos de carreira, o advogado do assaltante, José Luiz Oliva Silveira Campos, está confiante no andamento do processo.
Ele alega que o cliente sofreu lesão corporal e se sentiu insultado e rebaixado por ter levado uma sova. "A ninguém é dado o direito de fazer justiça com as próprias mãos. Wanderson levou uma surra. Ele foi humilhado e, por isso, além dos autos em andamento, vou processar o comerciante por danos morais", afirma.
Ele conta que há 31 dias Wanderson está atrás das grades, no Ceresp da Gameleira, pelo crime cometido no Planalto.
Além de justificar a ação, ele desfia um rosário de teorias. "Não vejo nada de ridículo nisso. Os envolvidos estouraram o nariz do meu cliente e ele só vai consertar com uma plástica. Em vez de bater nele, o dono da padaria poderia ter imobilizado Wanderson. Para que serve a polícia? Um erro não justifica o outro. Ele assaltou, sim. Mas não precisava ter sido surrado", afirma o advogado, acrescenta que sua tese é a de que Wanderson não estava armado, mas "apenas com um pedaço de madeira de 20 centímetros".
Ele também culpa o governo pelo assalto praticado pelo cliente. "O problema mora na segurança pública. Há câmeras do Olho Vivo pela cidade. Por que o poder público não coloca nas padarias também? Temos que correr atrás de nossos direitos e Wanderson está fazendo isso. Meu cliente precisa ser ressarcido", diz o advogado.

É... Tem Advogado e tem adevogado!!!

se vc esta indignado como eu,poste esta materia em seu blog

sábado, 27 de junho de 2009

ANDAI COMO FILHOS DA LUZ





assim como a luz,por si mesma
resolve o problema da obscuridade,
também tu deves resolver teus problemas
que se apresentam em tua vida;
PENSA QUE ÉS LUZ...
e que todos teus problemas,são trevas;
quando tu o encaras,eles desaparecem como trevas diante da luz...

se te encontras em situação de extrema angustia,
e parece que tudo conspira contra ti,de modo que julgues não poder mais suportar,
tamanho seja vosso desespero,que julgues não suportar mais um minuto que seja
NÃO TE RENDAS...
POIS NAQUELE MOMENTO PRECISO,
A MARÉ VIRARÁ A TEU FAVOR.

MAS SE DERES AS COSTAS A LUZ
NADA MAIS TU VERÁS QUE NÃO SEJA TUA PRÓPRIA SOMBRA











quinta-feira, 25 de junho de 2009

IGUALDADE


Se procuras alcançar a felicidade
esforça-te para amar a todos como irmãos,
sem que se alimentem preconceitos,vãos,
que somente atestam tua inferioridade

Procura encontrar em tudo uma verdade
afinal,não terias o pão,não houvessem os grãos,
pequenos,que passam entre os dedos das mãos,
gérmens da vida,com dignidade.

òra,se és feito de pó,ninguém é inferior a ti,
para te julgares um ser superior,
ou pelo teu saber,ou pela tua cor.

aquela velha porta que um dia bati,
abriu-se para mim,e também para ti,
dandos a mais sublime lição de amor.





atençãos todos que correm em busca de um grão de felicidade.cuidado em tua busca,podes sem aperceber-te,ferir vosso irmão,vosso semelhante.
parai vos de buscar aquilo que se encontra ao alcance de vos,ao alcance de tua mão.
para ser feliz,não precisa ir longe.olhai dentro de vosso ser,procura dentro de vos a bondade,o amor,o perdão,o arrependimento de vossos erros,e o perdão pessoal.perdoa ti também,e encontraras um caminho rumo a felicidade.regozija-te com tudo que possuis,não procurai ter aquilo que pertence a vosso irmão,tenha somente o que te é de direito,que tu mesmo lutaste com o suor de tua fronte.siga estes passos,e te encontraras diante de tua felicidade.

meu abraço a todos vos.