pesquisa google

Pesquisa personalizada

domingo, 30 de novembro de 2008

o paraiso na terra




céu azul como o mar
passaros no céu a bailar
entonda melodis da natureza
redobram seu cantar

relva verde e macia
alimento dos animais
na primavera a festa
e a natureza em sintonia

rios de aguas cristalinas
sacia a sede
refresca a alma
seu som melodico nas corredeiras
a todos acalma

paraiso na terra
muito ja devastado
mas ainda ha na  natureza
locias intocados
de grande beleza

paraiso terreno
animais livres como o vento
natureza pura e exuberante
dando frutos
e vida ao rebento


cuidai o homem devastador
que com ganacia,a terra machucou
por dinheiro,seu unico amor
a natureza devastou

olhai atento os animais
que a natureza gerou
olhai a beleza do paraiso
que para todos deus criou

veja,quanta belesa
céu de anil,verde nas matas
ar puro da natureza
não ha igual,tamanha grandesa

Ouniverso na palma da mão
cobrindo a linha da vida,
escondido no punho cerrado,
de uma alma sofrida

o universo na palma da mão,
livre,no espirito de uma criança,
que corre o mundo a saltitar,
corre,canta,brinca e dança

toda vez que uma criança chora,
uma estrela do universo se apaga,
uma folha cai no chão,
a brisa lhe seca a lagrima

quando uma criança sorri,
o universo se agita,
as flores desabrocham,
e a celebração da vida

universo pequeno,
que cabe na palma da mão,
visto de olhos virgens de dor,
e maravilha da criação

universo,pequeno e infante
porem,grande magestoso e bonito
visto dos olhos de uma criança
e imenso,se torna infinito

sexta-feira, 28 de novembro de 2008


SILENCIO INOCENTE

VOZ QUE SE CALA,
CRIANÇA CHORA EM SILENCIO
FERIDA E MACHUCADA
SEM NINGUEM PARA SE APOIAR
SOFRE CALADA

CRIANÇA SOFRIDA E JUDIADA,
POR QUEM DEVERIA SER PROTEGIDA
NUM MUNDO CRUEL
FOI LARGADA

CORRE DE SUA FACE UMA LAGRIMA
QUE TEIMA ROLAR SEU ROSTO
DA SUA INOCENCIA ROUBADA
DO MUNDO VITIMADA

CHORA EM SILENCIO O INOCENTE
SEM NINGUEM A ACUDIR
DE FACE SOFRIDA
CADE SEU OLHAR DE INFANTE?

QUEM PODERA AJUDAR
TANTAS CRIANÇAS SOFRIDAS
SEM NINGUEM PARA AMAR.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008



és bela e formosa
uma visão estonteante
és meiga e dengosa
de labios vermelhos
carnudos e exuberante
és de face jovial
senhora de uma belesa
invejavel e sem igual
és de iquestionavel gloria
exala de teu ser
aromas doces
odor suave de vitoria
és sem duvida toda poderosa
por onde passas
param todos a admira-la
linda e glamourosa
és da existencia,a suprema criação
amiga e companheira
´és pura de coração
senhora de um belo sorriso
que brilha como o sol
de fato,o mais belo jamais visto
és muito amada
te vejo em meus sonhos
és da minha vida
a visão mais querida

terça-feira, 25 de novembro de 2008

palavras ao vento





pelo vale da insensatez
por muito tempo andei
com lingua ferina
pessoas machuquei

agora recobro a razão
depois de nas sombras
um caminho trilhar
coloco novamente meus pes no chão

palavras jogadas ao vento
não ha como recuperar
mas novo caminho traçarei
e nele irei andar

carrego um fardo pesado
o peso do mundo em minhas costas
mas vencerei
e mensagegens de esperança
ao mundo levarei

minha cabeça pesa
mas não desitirei
com fe e perseverança
tudo vencerei

noites insones


nas noites insones
nas noites mal dormidas
e em voce em quem penso
escrevo um verso
em mal traçadas linhas

adormeço na madrugada
esperando um sonhar
a tua presença a meu lado
que chega para me amar

o sono chega de mansinho
adormeço pensando em voce
e num sonho
alcanço teus labios doces

segunda-feira, 24 de novembro de 2008


foi um sonho?foi realidade?
não sei dizer.mas sei que foi maravilhoso.um amor intenso,como nunca antes sentido.
Eu sonhei com emoção,sem lugar para razão.este amor me domina,me deixa alucinada.ah!como anseio pelo suave toque de meu amor,sentir seu corpo junto do meu.
Ainda penso na noite anterior,com este belo sonho,foi vívido,real.e que surpresa ao despertar,jogada no chão,longe de minha cama,semi-nua,de calcinha apenas.o susto e surpresa,deus,foi estarrecedor, maravilhoso ao mesmo tempo,sentia-me molhada,entre as pernas,calcinha ensopada de um gozo inexplicavel,lençois molhados pelo meu prazer unico.
minha irmã, entra no quarto,flagra-me naquela situação,apenas um comentario escapa de sus labios.-seu quarto esta com cheiro de amor maninha.
não entendi de imediato,perdida que estava em meus pensamentos,apenas acenei com a cabeça.eu voltava no tempo,começava recordar do que acontecera,foi um sonho,tenho certeza,mas como explicar eu estar molhada de gozo,ainda tremendo de tezão?
Começo a recordar o sonho.
passeavamos,meu marido e eu,por uma bela fazenda,com uma casa antiga como o propio tempo,com uma paisagem exuberante.
adentramos a casa,tudo era belo e antigo,de m-aos dadas percorremos todos os comodos da casa,ate chegarmos ao quarto principal.era belo,moveis em estilo colonial,a paisagem da janela,dava para um jardim muito lindo,com flores e arvores ornamentais,o sol batia na soleira,iluminando todo o ambiente.
cansados de caminharpela fazenda,sentamo-nos na cama grande e confortavel,com um crado mudo de cada lado.apopiados a cabeceira da cama,de encontro a parede,meu marido,encosta-se em mim.beijando-me.
lembro bem daquele beijo.extremeci naquele beijo.encostando em mim,sentioa seu coração batendo,podia ouvir na verdade o pulsar ritmico de seu coração,
aninho-se entre minhas pernas,que se abria para acolhe-lo.
sem nada dizer,apenas com meu olhar,implorava para que ma possuise ali mesmo,que entendeu meu desejo.livrou-me de meu vestidinho de alças em decote v,beijou-me longamente,enquanto suas mãos acariciavam meus seios.arranquei-lhe a camisa de seu corpo,segurei-o pela cinta e livrei-o de toda a roupa que vestia,dexando-o nu a mimha frente.segurei seu membro com ambas as mãos,conduzindo-o a entrada quente e umida de minha vagina,cheia de tezão,de minha vagina saiam fios prateados de puro tezão.
bandido.deixou-me a esperar,queria de mim sugar todo o mel,que vertia de mim,colocando sua boca quente contra minha minha grutinha,sedenta pelo membro,rijo e tezo dele.
não teve jeito,tremi com o toque de sua lingua.que passeava livremente dentro de minha grutinha,arrancando-me urros e gemidos.gozei.gozei como nunca,inundando sua boca com emu mel.
então ele vem,com aquele mastro duro em diração a minhavagina.implora para que me penetre,estou louca por senti-lo inteiro dentro de mim.
como foi maravilhoso.senti ele me penetrar,pedacinho por pedacinho,eu gemia,delirava,sentindo aquele mastro delicioso,dentro de mim,me dando prazer,ma alucinando,arrando gemidos de praser.
eu olhava para ele,vi em seus olhos,a felicidade estava em seus olhos.ele não econda a felicidade em me possuir,me amar e fazer sua mulher.uma felicidade que so e possivel sentir,quando se ama.
Nos amamos a tarde inteira,e seguimos nos amando noite adentro.nunca tive ou vivi um amor assim.mas estava feliz.molhava seu membro com meu orgasmo,enquando ele me inundava com seu goso.fiquei molinha,exausta,mas satisfeita de todas formas possiveis.Estava o homem da minha vida.tive orgasmos para esta e outra vida.foi divino,real e praseiroso.
acordei de sonho,molhada de amor e tezão,meu gozo denunciava a noite que tive.
então o inexperado acontece.
Ao ligar mais tarde no mesmo dia para meu marido,descubro atonita,teve ele o mesmo sonho,apoz eu relatar meu sonho a ele e contar do acontecido,do estado em que acordei,ele me revela o mesmo ter acontecido com ele.acordou ele todo molhado de gozo tambem,como se tivesse amado a noite inteira.o mesmo sonho,mesma fazenda,mesma situação.ate os mesmos moveis do quarto.
Que amor e este que nos envolve?pois mesmo não estando fisicamente juntos,nos sonhos nos amamos.
Um amor assim,quem podera explicar?
não sei,apenas sei que o amo,e tudo faria de novo,todas as noites.molharia seu membro com meu gozo e ele me inundaria com seu gozo.
o dia que se seguiu foi maravilhoso,sentia-me alegre,feliz.como so o maor pode fazer a contecer.
Agora mais que nunca,amo cada vez mais meu marido





quarta-feira, 19 de novembro de 2008

irmã noite




A NOITE FRIA E GELIDA
MA ABRAÇA COMO IRMÃ
ME COBRE E APAGA OS SENTIDOS
SILENCIOSA E CALADA

ENGOLFA MEU CORPO
ME ADORMECE E SONHA
TRAZE-ME LINDOS DEVANEIOS
EM SEU COLO ME APANHA

ME ENTOA UMA CANTIGA
TÃO DOCE QUE ME EMBALA
COMO O TEMPO,TÃO ANTIGA
ADORMEÇO EM SEU COLO

ADORMEÇO COM MEUS SONHOS
MEU CORPO EXAUSTO CANSADO
DO ABRAÇO DA NOITE
ACORDA RENOVADO

o mundo num grão de areia


Vi o mundo,em um grão de areia
e o infinito,na palma da mão,
vi sonhos se desfazerem
por homens sem coração

o sol desponta no alvorecer
colorindo as nuvens no céu
o homem que ver tudo isso
se encantara com o amanhecer

vi o mundo em olhos infantes
arteiro,matreiro e medonho
na sua imatura idade
seus olhos brilham contentes

vi o mundo desenhado
nas linhas vivas da mão
de uma jovem mulher
conduzindo seu irmão

vi o homem selvagem
querer descobrir o infinito
tirando do mundo a magia
que a tudo deixa bonito

vi o animal selvagem
que se recusa a matar
e sem seu alimento
começa a definhar

vi deus na imagem dos santos
tambem o vi no olhar ignorante
mas verdadeiramente o encontrei
no coração do infante


terça-feira, 18 de novembro de 2008

ESPERA


TENHO FLORES NO MEU JARDIM
QUE EXALAM O PERFUME
CHEIROSO E AROMADO
AROMA DO JASMIM

TENHO FRUTAS NO POMAR
A LARANJEIRA E A MAIS FRONDOSA
MAS DE TODAS AS FRUTAS
A MANGA E A MAIS GOSTOSA

TENHO BELA TAPERA
COM BELA CAZINHA
LA NO PE DA SERRA

ONDE PASSA UM RIACHO
D'AGUA FRESCA CRISTALINA
SACIA MINHA SEDE
DA FRESCOR A MINHA VIDA

TENHO FOME
TENHO SEDE
TENHO TUDO
AO ALCANCE DE MINHA MÃO
AGORA SO RESTA ESPERAR
POR UMA GRANDE PAIXÃO

QUERO UMA PAIXÃO VERDADEIRA
PURA COMO A NATUREZA
SENHORA DE UMA LEVESA
PURA E DERRADEIRA


DUETO


A PRINCESA E BARDO.
BARDO:minha amada
paixão imortal
ver teu semblante e para mim
honra sem igual

PRINCESA:quem procura-me em noite fria?
ah!sois voz bardo vagabundo
se meu pai te ves por decerto te penduras
es isto que procuras?

BARDO:de modo algum princesa
apenas procuro
com ajuda da lua
por vossa beleza

PRINCESA:és tolo galanteador
vagabundo e o que sois
porem és um perigo
deveras encantador

BARDO:ah!minha amada
pelo vosso sorriso
em noite enluarada
corro qualquer perigo

PRINCESA:és pobre plebeu
és poeta cantador

entrego-te um beijo meu
com carinho e amor

BARDO:parto agora
alegre sorridente
levando em meus labios
vosso beijo quente

PRINCESA:te va meu amor
a calada da noite
carrega perigos para ti
armadilhas e dor

BARDO:nada temo meu amor
vi vosso semblante
provei do teu beijo
agora parto
cumprir seu desejo

PRINCESA:levai meu véu
todo perfumado

e olhando as estrelas
lembrai tambem
aqui
estarei olhando o céu

BARDO:com um beijo
e com um aceno
deixo a promessa
de que aqui regresso
ardendo em desejo

PRINCESA:pequeno poeta
belo encantador

roubaste de mim
todo meu amor

vai-te embora
mas volte
para te rever,
Ja conto hora

BARDO:parto sim amada
mas volto
noutra noite enluarada

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

लदर दे CORAÇÃO





UM BEIJO TE ROUBEI
ME DESTE O ROSTO
MAS TEUS LABIOS BUSQUEI
PERDI-ME NESSA HORA
AQUELE BEIJO QUE ROUBEI
NUNCA MAIS ESQUECI
POR VOCÊ ME APAIXONEI
SONHO COM TEU AMOR
TEU CARINHO
E NOVAMENTE
COM AQUELE BEIJO
DELICIOSO E COM SABOR
BEIJO ADOCICADO
ME QUEIMA E INCENDEIA
ME DEIXA FASCINADO
E NO FASCINIO E DELIRIO
QUE MEU CORAÇÃO
SO FAS SENTIR
FICO LEVE E SATISFEITO
E SEM MOTIVO A SORRIR

É UM ASSALTO
LEVANTE AS MÃOS
VOU TE ROUBAR UM BEIJO
E SEQUESTRAR TEU CORAÇÃO

MULHER QUE EU ASSALTAR
NUNCA MAIS ESQUECERA
DEPOIS DO BEIJO ROUBADO
PARA SEMPRE MINHA SERA

SEREI O LADRÃO DE TEUS BEIJOS
TEU CORAÇÃO SEQUESTRAREI
E NO CATIVEIRO DO AMOR
EU SEI
TAMBEM EU ME PERDEREI


lutar por você , para você




SONHAR
quando os sonhos morreram
LUTAR
quando e facil se entregar
TER ESPERANÇA
quando e facil desistir
SORRIR
quando se quer chorar
OUSAR
quando estiver desanimado
ESCALAR UMA MONTANHA
quando estiver no fundo do poço
TER FÉ
quando parecer que todos o abandonaram
CANTAR
quando estiver desesperado
ORAR
quando perder a fé
VIVER
viver quando desejar morrer.

SE VOCE SEGUIR ESTES MANDAMENTOS
VOCE ESTAR A UM PASSO DA FELICIDADE
NÃO BUSQUE TUA FELICIDADE NOS OUTROS
A BUSCA COMEÇA DENTRO DE VOCE

sentado no meu quarto
lembrando doces momentos
de alegria e magia
doces encantos
sonhar acordado
teu corpo perfeito
nossos labios colados
nosso amor não tem jeito
teu corpo suado
sexo queimando
de desejo molhado
tezão não contido
entre grandes labios
de teu corpo escapando
molhando meus dedos
que em teu sexo passeiam
afastando grandes labios
dentro de ti vagueiam
arrancando de voce
gemidos e sussurros
berros ouvidos no fim do mundo
de um gozo alucinado
e profundo
volto acordar
e no silencio de quarto
continuo a te esperar

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

amor de outras vidas


Como te reconhecer
quando de novo te encontrar
Se nem mesmo vou saber
como quando em que lugar?
O mundo guarda muitas voltas
Em outro tempo eu vou parar
Sem perguntas nem respostas
eu te encontro num olhar
Em outro corpo outro universo
Outro poema em outro verso
Em outro sol em outra lua
Nos braços de outra pessoa
Vou abrir as portas do meu desejo
Reviver nosso último beijo
Embriagar de loucura a lucidez
Só pra poder te tocar
e te amar outra vez
Se eu pudesse congelar pelo menos um momento
Depois imortalizar um sonho
o nosso sentimento
Esse amor de outras vidas
transende as leis do coração
Não aceita despedidas
e a vida eterna essa paixão... video

DEUSA DO AMOR


nunca vi teu sorriso
mas ja o escutei
nunca vi a beleza do teu sorriso
mas ainda assim me apaixonei

nunca vi o brilho do teu olhar
ou minha imagem
neles refletida
mas mesmo assim
so faço te amar

sei que te amo
voce e para mim,primavera
e de meus versos
voce e quimera

voce e minha vênus
deusa romana do amor
es bela como a rosa
es rainha ,
es flor

oh!
mestre do tempo
suplico vossa generosidade
deixai-me ama-la
um instante apenas
na eternidade

luar dos amantes


LUA VERMELHA
DESPONTA NO CEU ESTRELADO
COM SEUS RAIOS FULGORANTES
VEM A NOITE ILUMINANDO

LUA VERMELHA
VEM CHEIA DE GRAÇA
ILUMINANDO A NOITE
PARA O SOL FAZ PIRRAÇA

LUA CHEIA E RELUZENTE
QUE EMBALA OS CASAIS
NA NOITE PUGENTE

ATIÇA OS DESEJOS
DE CASAIS ENAMORADOS
ESQUENTANDO SEUS BEIJOS
DEIXANDO-OS ACALORADOS

LUA DOS AMANTES
BRILHA COM SEUS RAIOS
NAS NOITES RELUZENTES. video

mestre dos sonhos


montado em seu cavalo alado
vem chegando meu sonho
trazido por lord morfeus
o mestre dos sonhos
que tambem e deus

chega na minha janela
no frio da madrugada
se a conchega no meu leito
o sonho de minha amada

sonho com flores no campo
com um amor verdadeiro
que seja meu encanto

sonho com uma sereia
sentada no banco de areia
chamando meu nome
me enfeitiça,
me incedeia

sonho com noite enluarada
e uma bela mulher
que para sempre sera
a minha amada.


video

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

पुरो amor


na pureza
no brilho
e na meiguice do teu olhar
a cada dia mais
so faço me apaixonar

teu coraçao tão belo
me chama
me aproxima
me retem a voce
num abraço singelo

o teu sorriso iluminado
puro e franco
estampado em tua face
me deixa dominado

não mais sou
dono de mim
meu ser inteiro
te pertence
e para voce
sempre estarei assim

ah!este amor
nao cabe mais em mim
grita no meu peito chamando teu nome
te querendo de qualquer jeito











इससे amor


ah!esse amor não passa
esse amor não para
esse amor não cala
grita no meu peito

uma saudade louca
um desejo insano
de beijar tua boca

este amor que grita
este amor que berra
chamando teu nome

esse amor que tanto quer
te abraçar de novo
te fazer mulher

vou sair alucinado
te procurando no mundo
feito louco apaixonado

saiba vou te encontrar
estou saindo de mim
so pra te buscar