pesquisa google

Pesquisa personalizada

sábado, 27 de junho de 2009

ANDAI COMO FILHOS DA LUZ





assim como a luz,por si mesma
resolve o problema da obscuridade,
também tu deves resolver teus problemas
que se apresentam em tua vida;
PENSA QUE ÉS LUZ...
e que todos teus problemas,são trevas;
quando tu o encaras,eles desaparecem como trevas diante da luz...

se te encontras em situação de extrema angustia,
e parece que tudo conspira contra ti,de modo que julgues não poder mais suportar,
tamanho seja vosso desespero,que julgues não suportar mais um minuto que seja
NÃO TE RENDAS...
POIS NAQUELE MOMENTO PRECISO,
A MARÉ VIRARÁ A TEU FAVOR.

MAS SE DERES AS COSTAS A LUZ
NADA MAIS TU VERÁS QUE NÃO SEJA TUA PRÓPRIA SOMBRA











quinta-feira, 25 de junho de 2009

IGUALDADE


Se procuras alcançar a felicidade
esforça-te para amar a todos como irmãos,
sem que se alimentem preconceitos,vãos,
que somente atestam tua inferioridade

Procura encontrar em tudo uma verdade
afinal,não terias o pão,não houvessem os grãos,
pequenos,que passam entre os dedos das mãos,
gérmens da vida,com dignidade.

òra,se és feito de pó,ninguém é inferior a ti,
para te julgares um ser superior,
ou pelo teu saber,ou pela tua cor.

aquela velha porta que um dia bati,
abriu-se para mim,e também para ti,
dandos a mais sublime lição de amor.





atençãos todos que correm em busca de um grão de felicidade.cuidado em tua busca,podes sem aperceber-te,ferir vosso irmão,vosso semelhante.
parai vos de buscar aquilo que se encontra ao alcance de vos,ao alcance de tua mão.
para ser feliz,não precisa ir longe.olhai dentro de vosso ser,procura dentro de vos a bondade,o amor,o perdão,o arrependimento de vossos erros,e o perdão pessoal.perdoa ti também,e encontraras um caminho rumo a felicidade.regozija-te com tudo que possuis,não procurai ter aquilo que pertence a vosso irmão,tenha somente o que te é de direito,que tu mesmo lutaste com o suor de tua fronte.siga estes passos,e te encontraras diante de tua felicidade.

meu abraço a todos vos.

terça-feira, 23 de junho de 2009

A SOMBRA DO ENFORCADO



Silêncio,nada se ouve,nada se move,apenas uma brisa passa passa por entre os troncos da mata.Um grito irrompe do silêncio,imediatamente silenciado por duas mãos que se elevam até a boca de Marcia;uma sombra se estende a sua frente,desenhando a figura de um enforcado.Marcia e André estão paralisados de medo,ambos engolidos pelo grito do dragão.A paralisia dura alguns minutos,até que Marcia volta a ser dona de seus movimentos,
gritando apavorada e tomada pelo medo,sai correndo pela mata,sem olhar para traz,deixando só o seu irmão,ainda dominado pelo medo,parado no meio do mato.
Por quanto tempo correra? Marcia não saberia dizer.Mas ao sair da mata,Marcia estava exausta,sem folego até,ainda correndo,tropeça em algo,que a faz cair batendo a cabeça,deixando Marcia desacordada.Enquanto isso na mata,André já dono de seus atos corre a esmo pela mata.Seu coração
bate rapido,seu peito arde,como uma fornalha incandescente,sente já suas pernas cansadas.Crendo estar em um lugar seguro,Andre senta-se na raiz de uma árvore para descansar um pouco,sem perceber uma sombra que se aproxima a suas costas,desenhando no chão a silhueta do enforcado.
Derrepente sem que Andre percebesse,sem qualquer barulho ou aviso,
André é suspendido no ar,permanecendo assim por alguns minutos.André se debatia convulcionamente,gritava aterrorizado,implorando socorro,sem que ninguém pudesse ouvi-lo ou ajuda-lo.Pairando imovel no ar como se flutuasse sem que ninguém o segurasse.Passado alguns minutos André é arremesado cerca de quinze metros,com força e violência,indo parar sua tragetória de encontro a uma arvore.Apenas ouviran-se os estalos de costelas se quebrando com o forte impacto sofrido,André ficara uns minutos inconciente,até que recobra a conciencia.Tenta levantar-se,mas é inutil,é como se mãos invisiveis o prendescem ao chão .André gritava por socorro e sentindo muita dor,ainda tentava em vão soltar-se,debatia-se no chão,chama em vão por sua irmã.
Marcia neste tempo recobra a conciência,procura sem resutado satisfatório pelo irmão,enquanto amaldiçoava o mesmo por querer cortar caminho,para casa, pela mata.-Maldito,maldito,bradava ela.Querer cortar caminho pela mata,mesmo sendo proibido entrar na mata.-estupida,como me deixei convencer a essa loucura.A mata é proibida para todo mundo na cidade.
Todos na cidade tinham medo daquela mata,cheia de lendas,histórias de fantasmas,assassinatos e mau agouro.Havia ali a lenda de um enforcamento,e todo mundo que atrvessase a mata veria a sombra do enforcado e desaparecia misteriosamente.
Resa a lenda,que um velho feiticeiro fora enforcado naquela mata,por uma multidão enfurecida ele se dizia um curandeiro,fazia benzeduras,receitava ervas,a quem quer nescecitasse de seus cuidados,padecesse de alguma enfermidade,e o procurasse pedindo ajuda.Até que um dia ,um rico e influente fazendeiro,o procurou,pedindo ajuda para o seu primogenito,que caira enfermo,vitima de um mal desconhecido.O curandeiro no entanto recusou ajuda ao menino,alegando ser tarde,o menino já estava de partida,nada poderia fazer.Enfurecido,o fazendeiro usou de toda sua influencia na cidade,para arregimentar uma turba enfurecida.Com crueldade,prendeu o pobre senhor,saqueou e queimou sua casa,levando o mesmo enseguida para a mata.Na arvore mais alta,pendurou o pobre homem,pelo pescoço,enforcando-o lentamente.Antes porém que o homem morresse jurou vingança,contra aqueles ingratos que tantas vezes curara.Vingança contra qualquer habitante da cidade.O homem se debateu por interminaveis minutos até que seu corpo finalmente tornou-se imovel.finalmente morrera o pobre coitado.neste instante também,o filho fazendeiro dava seu ultimo suspiro,falacendo ao mesmo tempo que o curandeiro,para desespero de seu pai.Essa história espalhou-se pela cidade inteira e arredores,todos os habitantes a conheciam,por isso ninguém ousava embrenhar-se na mata.
Marcia procurava em vão pelo irmão,nada porém avistando,assustada,começara a gritar,ora pelo irmão ora por socorro.Estando longe ainda de casa,volta para a mata,em busca do irmão.Caminhara a tarde inteira,ja anoitecia,e nada de achar o irmão.A mata parecia não ter mais fim,o que deixava Marcia em pânico,pois a mata éra pequena,bastavam poucos minutos para que se desse a volta na mesma e Marcia já caminhava há horas,
o despero já tomava conta da mesma.
A nite caia,estava ficando frio,André ainda sentia-se preso ao chão,mãos que não podia ver o prendiam ainda ao chão,,com fome,frio,no limite de suas forças,André é novamente suspenso no ar,suas roupas arrancadas de seu corpo,com violencia,rasgavam-se e o machucavam a cada arrancada,até que seu corpo ficara completamente nú.André não saberia dizer por quanto tempo durava sua tortura,ouvia gargalhadas guturais,e ele gritava em pânico,até mesmo seus tenis lhe foram arrancados dos pés.
Neste momento aparece Marcia por entre as árvores,fizera menção em gritar,mas fora imediatamente sufocada,mãos tapavam sua boca,sem que pudesse emitir um som que fosse.Olhos arregalados asistia atonita o flagelo do irmão.Cruelmente torturado,dos pés de André, apareciam riscos como se cortado por uma navalha invisivel,por onde vertia muito sangue.André gritava em agonia extrema.
Passara-se a noite inteira,ja amanhecia o dia,André ainda gritava em agonia.talves pela perca de sangue,André desmaiara,no entanto seu sulpicio não acabara,seu corpo ainda suspenso no ar,éra cruelmente cortado,retalhado,até que nada restou de reconhecivel do outrora jovem irmão de Marcia.A cabeça de André pende,finalmente morrera o jovem,terminara seu tormento,sua agonia fora interminavel.Seu corpo cai inerte no chão sob uma pujante poça de sangue,seu esvaira-se de seu corpo pelos profundos cortes que sofrera.
Marcia que a tudo asistira,chorava convulcionamente,até seu corpo,tal como o irmão ser suspenso no ar.Também marcia fora despida de suas roupas,teve seu corpo afligido por profundos cortes que comeram pelos seus seios,a jovem fora desfigurada,não suportando a dor a jovem desmaiara.
Quanto tempo se passara?uma eternidade?Osol brilhava,devia ser umas trez horas da tarde,Marcia acordara gritando.seu corpo colado a outro,que tenta a moça acalmar,abraçava a menina e beijava sua fronte.
-Ei,ei.calma maninha,calma,foi só um pesadelo.shsh.sou eu maninha.
-Você saiu correndo,somente te alcansei por que tu caiu.
Marcia ainda chorava em despero,demorando para acalmar-se
-Mas parecia tão real,vi você morre na minha frente...
André já a interrompia.-Ei,to aqui maninha,me perdoe,eu também me assustei com aquela sombra.-voce não vai acreditar,éra so uma velha árvore.
Marcia soluçava abraçada ao irmão,não acreditava ter sido um pesadelo,parecia tão real que podia sentir seus seios ainda doloridos.
-Vem maninha,vamos embora.
Marcia da a mão ao irmão vai se embora jurando entre soluços nunca mais chegar perto daquela mata.Sem que os dois percebessem porém uma asustadora estendia-se atras deles,a sombra do enforcado.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

O TIC TAC DAS HORAS

passam-se as horas,
o relógio na parede,conta sem parar,
os minutos e segundos,
que se passaram,
e não mais irão voltar.

o vento que passa por entre os fios
parece cantar um lamento,
com silvo,que parece gemido
também passa como o tempo

o tic tac das horas,
contadas no relógio,
representa,o grito do tempo que se foi,
para uma alma que chora.

tormento para quem assiste
o rápido badalar das horas
tenta em vão parar o tempo
recuperar o tempo ido
sem sucesso,amarga o contra senso

não pensa no entanto desistir
alma assombrada pelo tempo
casca de fruta vazia
murcha,jogada ao vento.

tic tac na parede
o relógio não para de andar
faz o giro completo
e mais um dia,
o fim foi encontrar.

enquanto alguém dormir
o relógio,continua a andar
pode no entanto ao despertar,
ao invés de tentar deter-se nas horas
fazer com que a vida,
o relógio,siga acompanhar.

sábado, 20 de junho de 2009

somos a semente do amanha



somos sementes do amanhã
somos mera roupa do espírito
que habita em nós
somos filhos de um único criador
somos irmãos,somos iguais
laboremos pois todos juntos
unidos em único esforço
evoluirmos juntos.
de mãos dadas poderemos juntos
mudar o mundo,e principalmente
mudarmos a nos mesmos.porque não pode haver
mudança,se ela não partir de nos.
é preciso que aprendamos a perdoar nossos
devedores,não obstante é preciso que,
aprendamos a perdoar a nós mesmos.
nunca esqueçamos,para cada ação,há uma reação.
tudo aquilo que plantares,colhereis.
praticai senão então o bem,
e o bem vos colhera.
praticai a máxima do mestre Jesus.
amai vos uns aos outros.
deixo hoje a vos minha mensagem.
um fraterno abraço a todos vos. quando parecer que tudo esta errado,não vos esqueceis,faça uma prece ao seu anjo,seu guia,ou qual quer que seja sua fé,a prece vos ajudara e muito em sua jornada neste mundo de expiações.



sir lancelot scraps

sexta-feira, 19 de junho de 2009

busca



por muito tempo andei
andando,minha paz busquei,
buscando muito encontrei,
encontrando ,não me satisfiz
não satisfeito,voltei andar,
atraz da paz, que tanto busquei.

encontrei o brilho
no olhar da criança
que buscava amor
ternura e esperança

encontrei a luz do sorriso
da mulher que buscava ser amada
procurando seu caminho
ao lado de um homem casada

e andando tambem encontrei
o idoso de semblante cansado
de muita labuta exausto
hoje num asilo jogado.

volto então a caminhar
e com minha paz
volto a sonhar

O universo dentro de ti





na macies de teus cabelos,
perco-me
na suavidade de tua pele,
passeio
no doce sabor de teus labios
sacio-me
em teu ventre,
encontro-me
perdido e aturdido
dentro de ti
morro e revivo
milhares de vezes
encontro o universo
dentro de ti,
meu poema,
meu verso,
explozão
um amor,tão grande,
tão infinito,
é mais que paixão
morre um universo
que se dobra sobre si
e nasce o infinito
dentro de ti
se apagam estrelas
luas deixam de brilhar
num mero instante
que estou a te amar.



terça-feira, 16 de junho de 2009

POEMA EM AQUARELA


O POETA TECE EM LINHAS
UMA OBRA RICA EM RIMAS
UMA PAISAGEM NO IMAGINARIO
DESTE ARTISTA ORDINARIO

O PINTOR E SEU PINCEL
EM UMA TELA,PINTAM UM POEMA
TEM A SENSIBLIDADE DO ARTISTA
AO RETRATAR UM TEMA

A TINTA ESCORRE NA TELA
DESENHANDO UMA FIGURA
O POEMA SOBE NA ALMA
DA VIDA A PINTURA

SAI DO POEMA UMA OBRA
PINTADA EM AQUARELA
UM ESCREVE NAS LINHAS
O QUE OUTRO PINTA EM UMA TELA.



FLOR DE MEU DESEJO




Flor de minha devoção,
objeto de meu desejo
passam-se dias e noites
horas e minutos
e por você ainda anseio

volte logo,
volte para meus braços
reafirmar nosso amor
estreitar nossos laços

venha para mim,bela flor
venha para meus beijos
sentir teu calor
é o que mais anseio

te espero ao cair das horas
quando a natureza se recolhe
quando o dia vai morrendo
você chega
em teus braços me acolhe.

linda flor de meu desejo
tens perfume sem igual
me seduz,misteriosa
me queima em desejo carnal.



domingo, 14 de junho de 2009

Teu toque


apenas o teu toque
nada mais,alem de teu toque
tuas mãos de veludo
a acariciarme,
toca meu tronco desnudo

apenas teu toque
cerro meus olhos
nada mais alem de você
o mundo para de girar
fico imovel a tua merce

viajo no toque de tuas mãos
atinjo um estado zen
paz,tranquilidade
fico extaziado com teu toque
aparte da humanidade

apenas com teu toque
minha alma deixa o corpo
vai de encontro aos anjos
apenas o teu toque
aliado a teus beijos
me trazem de volta

pra você
meu coração entreguei
em apenas um toque
de grilhões do passado
eu me livrei

com apenas um toque
te reconheci
veio buscar o amor
que outrora,noutra éra
a ti eu prometi

agora que nos encotramos
mais uma vez,juntos estaremos
alcançar a eternidade
onde nos amaremos
onde teremos a felicidade
em apenas um toque você
para sempre me conquistou
alma gemea que para mim. voltou


sexta-feira, 12 de junho de 2009

Ojulgamento da velhinha



Juiz: Qual sua idade?

Velhinha: Tenho 86 anos.

Juiz: A senhora pode nos dizer com suas próprias palavras o que lhe aconteceu no dia 1º de abril do ano passado???

Velhinha: Claro, doutor. Eu estava sentada no balanço de minha varanda, num fim-de-tarde suave de verão, quando um
jovem sorrateiramente senta-se ao meu lado.


Juiz: Você o conhecia?

Velhinha: Não, mas ele foi muito amigável...

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Depois de um bate-papo delicioso, ele começou a acariciar minha coxa.

Juiz: A senhora o deteve?



Velhinha: Não.

Juiz: Por que não?

Velhinha: Foi agradável. Ninguém nunca mais havia feito isto comigo desde que meu Ariovaldo faleceu, há 30 anos.

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Acredito que pelo fato de não tê-lo detido, ele começou a acariciar meus seios.

Juiz: A senhora o deteve então?

Velhinha: Mas claro que não, doutor...

Juiz: Por que não?

Velhinha: Porque, Meritíssimo, ele me fez sentir viva e excitada. Não me sentia assim há anos!

Juiz: O que aconteceu depois?

Velhinha: Ora Sr. Juiz, o que poderia uma mulher de verdade, ardendo em chamas, já de noitinha, diante de um jovem ávido por amor? Estávamos à sós, e abrindo as pernas suavemente, disse-lhe: Me possua, rapaz!

Juiz: E ele a possuiu?
Velhinha: Não. Ele gritou: 1º de abriiiiiiiiiiiiiiiiillllllll! Foi aí que eu dei um tiro no fdp.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

espermograma (mais piada)

Um velhinho tinha que fazer espermograma.

Foi à farmácia e comprou um frasquinho.
Open in new window
Chegando em casa, foi ao banheiro e tentou com a mão direita, tentou com a esquerda e até com as duas, e nada!



Então, chamou sua mulher.

Ela tentou com a mão direita, tentou com a esquerda, com as duas e até com a boca, mas, também não conseguiu.

Open in new window


Não vendo outra opção, ela chamou a vizinha.

Esta, querendo ajudar, mesmo bastante constrangida, tentou com a direita, com a esquerda, com as duas mãos, e muito sem graça, pediu licença e tentou com a boca, mas não obteve sucesso!

Open in new window

A vizinha, não se dando por vencida, chamou a filha de 18 anos, era uma menina encantadora.

Open in new window

E mais uma vez repetiram-se as

tentativas... uma mão,outra, as duas, com a boca, mas... não conseguiu....

Open in new window
O velhinho triste, cabeça baixa, voltou à farmácia e devolveu o potinho dizendo:

Open in new window
Dá pro senhor me ver outro frasquinho, porque lá em casa, ninguém conseguiu abrir este?

Mente poluída a sua, hein?!?

Open in new window
vcs os pensam naquilo
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

conto erotico turco


Open in new window
CONTO ERÓTICO TURCO


Salim estava jantando e ficou ouvindo o barulho da água,
pensando na sua empregada Jacira tomando banho...
Mastigava a comida e pensava na Jacira Tomando banho...
Até que se levantou da mesa e foi até o banheiro.
Bateu na porta:
Jacira, você está tomando banho?
Estou, seu Salim.
Jacira, abre o borta pra Salim.
Mas, seu Salim, estou nua!
Open in new window
Jacira, abre o borta pra Salim...,
Jacira, abre o borta pra Salim..
Jacira não resiste e acaba abrindo a porta.
Salim entra no banheiro, vê a Jacira nua e pergunta:
Jacira, quer foder com Salim?
Mas, seu Salim... eu não sei....
Jacira, quer foder com Salim????
Sim, quero sim, seu Salim !!!!!
Open in new window
então Salim põe a mão no registro e diz:
Não vai foder Salim não!!!
CHEGA DE GASTAR ÁGUA!!!!

Open in new window


e ai?
pensa que eu so penso naquilo tbm?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depois que te encontrei





Demorei muito pra te encontrar,
agora,não posso mais te deixar,
te beijo e te sinto,
de encontro ao peito meu,
da medo pesar,ser só um sonho meu,
uma vida inteira se passou,
e eu a te procurar,
por onde foi que você,
este tempo todo se escondeu?
invade minha vida,
me tira o sossego,
me faz delirar,
faz de meus braços,teu aconchego,
então te abraço e sinto,
coisas que não explicar,
tua pele macia,teus labios volumosos,
passam o tempo todo a me provocar.
sinto no meu corpo,
um fogo,que queima,
mas não queima o que há pra queimar.
me rendo,me entrego
meu pensamento,voa de encontra o teu,
e ja sei,não é sonho meu.
essa amor e´real,
me ocupa os espaços,
me beija,me ama,
me acolhe em teus braços,
me beija com labios teus macios,
me deixa te amar,
prencher teus espaços vazios,
tocar com as mãos teu coração,
e sozinhos na cama,
te amarei com toda minha paixão.
me diz que me ama,
deita em meu ombro,
me faz juras de amor,
me procura com teus labios,
protegida sob um cobertor.
o sol esta nascendo,
não deixo que saia,
quero do teu lado sempre ficar,
quero pra sempre te amar.


terça-feira, 9 de junho de 2009

JUNTOS NUM SONHO




Quero você junto a mim,
prisioneira desse amor
juntos vamos caminhar
de mãos dadas a viajar

e quando cansados,estivermos,
a sombra de uma arvore reposar
e quando o sono aparecer
juntos no sonho,iremos viajar

e quando juntos sonharmos,
o mesmo sonho sonho tivermos,
juntos no infinito,voaremos
de mãos dadas,
sentindo o vento em nossos rostos,
um coração apenas seremos.

e isto é a liberdade da alma,
que unidas saem a volitar
e em um novo mundo
iremos aportar

e antes que se passe, o céu e a terra
muitas paisagens,visitaremos
e até o raiar de um novo dia
aqui não estaremos

voando,de mãos dadas,
sob um novo,céu de anil
do alto avistamos,
um mundo belo,exuberante
com paisagens,que nunca se viu.

dois corações,aprisionados
unidos pelo amor
elevam-se alto no céu
abandonam um mundo bonito
unidos em um so corpo
alcançam o infinito

e quando o dia raiar
abraçados acordaremos
outro mundo se passou
rapido como um sonho
foi um sonho que se elevou

devemos ainda andar
o final dessa jornada
esta longe de terminar
mas ao lado de minha amada
juntos,nosso destino
iremos um dia chegar.

sábado, 6 de junho de 2009

O HOMEM EM MIM




O homem em mim
precisa de um amor
e para mim,esse amor é você
meu coração
me fala de amor
mas o homem em mim
precisa de uma mulher
essa mulher é você

quero te dizer
te falar de amor
trago nas mãos
para você,uma bela flor

não me trate por estranho
sou aquele que tu esperava
não sou principe encantado
mas a mim,teu coração,também chamava

o homem em mim
presisa de uma mulher
que saiba amar
que meu coração,saiba conduzir
que deixe seu coração
no meu colar.

o homem em mim
precisa de uma mulher
e de todas mundo
é a ti que meu coração quer

não adianta resistir
a mulher em ti
comigo ja sonhou
teve um sonho de amor
e no sonho,me amou

a mulher em ti
precisa de um homem
que seja todo teu
olha bem para mim
esse homem sou eu

antes de protestar
antes de me julgar
da-me uma chance
deixai-me te amar

por que o homem em mim
precisa precisa de um amor
e esse amor é você

sexta-feira, 5 de junho de 2009

CARTA DE AMOR





Coração,12 de junho,de toda a eternidade.


Presado coração que estas a ler esta carta,
com muito amor pego em um lapis para estas linhas te escrever.
Ja faz muito tempo,que procuro te dizer,TE AMO,
mas me faltam palavras.hoje porém,dia dos namorados,uma surpresa
eu queria te fazer,junto desta carta,te entrego o que ha de mais precioso.
minha vida,minha alma,meu coração.-bem sei que sou correspondido,
pois tenho tão bela alma a meu lado.mas senti uma nescesidade,de exteriorizar o que sinto por você de uma forma mais romantica e poética.
quero tambem te convidar,para uma noite memoravel,mas não antes que se faça um dia memoravel.quero passear junto a você,abraçadinhos,por um parque florido,
andar naqueles barquinhos de pedalinho,recitar poesias de amor a teu ouvido,e dizer bem alto
a quem quer que ouça,EU AMO AMAR VOCÊ,quero que todos saibam do meu grande amor,
e que você a mais bela de todas as almas,és minha companheira.
A noite,quando todos se recolherem a seu descanço,anunciarei em alto falante,
- acordem pois todos,já é tarde e a noite se finda,mas saibam todos,esta alma que que me acompanha lado a lado de mim,é para sempre minha amada.
Alguns me chamarão de louco,pouco importo-me.
mas no fim de mais um dia e uma noite,te espero em nosso leito,trajando meu presente de dia dos namorados,uma camisola sensual,teu perfume mais usual,tua calcinha mais insinuante,e teu beijo mais provocante.deixo ainda em cima da cama.petalas de rosas vermelhas,um pote de chocolate liquefeito,morangos dos mais vermelhos,e uma garrafa de champangna.
É dia dos namorados.te amo todos os dias,mas hoje,hoje é para ser perfeito,para que tu, minha alma companheira,saiba,AMO-TE,ALEM DA RAZÃO,ALÉM DA ETERNIDADE,ALÉM DOS CONFINS DO UNIVERSO.


PS:SEI QUE TE DESMANCHAS EM LAGRIMAS
MAS NÃO PENSASTE QUE EU TERMINARIA ESTA CARTA
SEM UM POEMA PARA TI?
JA MAIS ME ESQUECERIA DE UM POEMA PARA VOCÊ MEU GRANDE E ETERNO AMOR

TE AMO

ASS:
MEU CORAÇÃO


MEU GRANDE AMOR

Quando um dia te conheci
tudo no mundo mudou
tua alma franca e alegre
de imediato me conquistou
não sei de fato
o que mais em ti me interessou
o belo e jovial sorriso
teu cheiro,suave delicado,
ou teu cabelo liso.
não importa,
prisioneiro me encontro
sem chance de liberdade
esse amor me aprisiona
mas traz felicidade.




para a alma que mais amo no universo

MINHA PRENDA





Minha prenda


Num baile de chão batido
conheci minha prenda
a mais bela cabrocha
num vestido de renda

chamei-a para dançar
uma vaneira largada
quando terminou o baile
já era minha namorada

hoje vivo com minha prenda
la no meu ranchinho,

mora a felicidade
passo o dia na lida do campo
e volto pra casa morrendo de saudade

minha prenda,hoje me faz peão feliz
o gaúchinho esta a caminho
nessa minha vida de bruto
 
ela trouxe felicidade
deu nova vida ao meu ranchinho

sou gaúcho,sou deste chão
sou caudilho apaixonado
vivo meus dias,alegre como piá
sou um homem bem 
lar formado e casado
sou pai de família
sou gaúcho honrado

honro meu chão
nesta terra onde nasci
ganho a vida na labuta
mas tenho amor a tradição

minha prenda e eu
somos dois apaixonados
vivemos no nosso ranchinho
dois eternos namorados

Delonir cavalheiro
canoas/rs