pesquisa google

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 22 de junho de 2009

O TIC TAC DAS HORAS

passam-se as horas,
o relógio na parede,conta sem parar,
os minutos e segundos,
que se passaram,
e não mais irão voltar.

o vento que passa por entre os fios
parece cantar um lamento,
com silvo,que parece gemido
também passa como o tempo

o tic tac das horas,
contadas no relógio,
representa,o grito do tempo que se foi,
para uma alma que chora.

tormento para quem assiste
o rápido badalar das horas
tenta em vão parar o tempo
recuperar o tempo ido
sem sucesso,amarga o contra senso

não pensa no entanto desistir
alma assombrada pelo tempo
casca de fruta vazia
murcha,jogada ao vento.

tic tac na parede
o relógio não para de andar
faz o giro completo
e mais um dia,
o fim foi encontrar.

enquanto alguém dormir
o relógio,continua a andar
pode no entanto ao despertar,
ao invés de tentar deter-se nas horas
fazer com que a vida,
o relógio,siga acompanhar.
Postar um comentário