pesquisa google

Pesquisa personalizada

sábado, 2 de maio de 2009

o som do silencio

                           



Quem já ouviu o som do silêncio?
Quem já ouviu o som mudo do horror?
Quem já ouviu as palavras proferidas de uma voz calada?
Quem já ouviu o berro inaudível da dor?
Vozes mudas que  clamam o silêncio.
Esperam o inaudível som do amor.
Sons de uma muda voz
Perdida na multidão.
Ouve-se então o som do silêncio.
Perdido na solidão,
Em constante busca da perfeição,
Na incansável procura de ser ouvido.
O mudo som se torna poesia,
Audível em forma de canção.
O mudo toma então sua voz,
O silêncio se torna som,
O calado da forma a canção.
Nuvens dão lugar ao sol,
A noite torna-se dia.
Quem já ouviu o som ensurdecedor do silêncio
Jamais esquece sua nota,
Sua melodia
O silêncio se torna palavra
A palavra se torna poder
Propaga-se em ondas por entre as massas
Influencia os modos de viver
Aglomeram-se as multidões
Para ouvir o som do silêncio
Audível apenas, em forma de canção
E na ultima canção
O silêncio se faz audível
Nota por nota, até ultimo acorde
Então se cala o silêncio
O grito do mundo se cala
Preso nos corações.
Quem dentre voz já ouviu o som do silêncio?




Postar um comentário