pesquisa google

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

amor e lagrimas

Eu sabia que haveria choro
E claro que haveria lagrimas
Infelizmente
Choram as almas
Quem mandou seguir o coração?
Porque contrariar o destino?
Era visível
Tamanho desatino
O que começa errado
Esta fadado a terminar
Dolorosamente
Chore copiosamente
Este e teu fado
Coração traiçoeiro
Não viste a armadilha
Te enfiaste no espinheiro
Ah!quão doce era
Provar de teus beijos
Saber que eram meus
Teus pensamentos primeiros
Hoje sigo sozinho
Meus pensares
Não mais os confio
Meus dizeres
Hoje são meus pesares
Lagrimas pesadas
Teimam em rolar de mim
Meu coração
Que já viveu fora de mim
Volta ferido
Quão estúpido fui?
Não soube acaso ama-la?
Não
Foi muito amada
Faltou atitude
Da parte desse que chora
Preso ao seu moralismo
Fétido
Não fiel ao seu amor
Perdeu
A mais bela flor
Não quero outra chance
Pois bem sei
De novo
A farei chorar
Uma vez que ainda
Não aprendi a amar
Amar e para os fortes
Fui competentemente fraco
Minhas convicções?
Pois é
Malditas convicções


E no fim de tudo
O mestre virou aluno


Lição

Não transplante a rosa
Se não fores cuidar com amor
Ela definha e morre
Não atraia amor

Se não pode amar
Postar um comentário