pesquisa google

Pesquisa personalizada

domingo, 17 de agosto de 2008

lembranças de tupanciretã


levanta-se o sol sobre as matas

anunciando novo dia,

do alto da pitangueira

canta o moleque sabia

do alto ariticum

bugios fazem festa

urram e berram

para os compaheiros despertarem da cesta

gauderio acorda cedo

antes do sol raiar

tanger o gado no campo

apojar o leite fresco

pra familia alimentar

piazada levanta cedo

para mais um dia curtir

em cima de seus cavalos de pau

passam o dia a se divertir

tudo isso ke aki vos falo

nao e canto e nem lambança

e sim da minha infacia

agradavel lembrança

dia alegre e feliz

da campanha onde nasci

terra buena e hospitaleira

terra onde cresci

este pago que aki descrevo

e a minha tupanciretã

chão que nunca esqueço

e por issao que aki vos falo

não ha o gente oh não

lugar como este meu chãohoje longe de ti

o minha terra querida

a saudade doi no peito

com as lembranças

de que em teu chão um dia vivi

Postar um comentário