pesquisa google

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Aluz do amor

A luz do amor
Quando o sol entrar pela janela,
Iluminando o escuro em que te escondes,
Vera o raio de sol a te iluminar,
Chamando-te para viver,
Para contigo poder andar,
Sem trevas nem solidão,
Só o mundo e uma estrada,
Que leva a felicidade.
Deixa -te conduzir
Deixa-te surpreender
É a vida quem grita teu nome
Te chama para bailar
Te chama para viver
E tua trilha sonora
É o mais puro da natureza
Sinta a brisa da manha
Acariciando-te
Enamorando-se de ti
Com mãos aveludadas
Perfumadas com mil flores
Oferecendo para ti
Os mais belos perfumes
Te perfumando
Onde tu fores
Sinta se viva
Sinta se poderosa
Imagine-se uma sinfonia
Ainda não composta,
Um poema não recitado
Um verso bem traçado
Um amor a ser desvendado
Deixe-se incendiar
Nesse sentimento que te invade
Sem culpa, sem receios
É a vida que chegou para te amar
Para te trazer a felicidade
Se você a aceitar
Há tanto para te ofertar
Basta que queira
A vida celebrar
Entregue-se por inteira
E de corpo e alma
Sinta se envolvida por este sentimento que é o amor
Sinta-se amada
Deixe a chama do amor acender-se em ti
Deixe ele queimar e te queimar
Não tenha receio
Você é amada
Você nasceu para a felicidade
Para ser amada e amar
Sem medo nem preconceito
Apenas amar
Postar um comentário