pesquisa google

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Eu e o moleque

Eu e o moleque
hoje perguntei ao moleque que outrora fui
estas orgulhoso do que ja fiz?
ele então olha para traz e me pergunta.
que fizeste tu até então?
ja tenho uma boa experiencia de vida.
mas algo te falta,me retruca o moleque.
como assim?
lembra de todos os sonhos que tivemos.ou ja tive.
conseguiste realizar a todos?
estas cercado de amigos verdadeiros?
fizeste tua faculdade?
tens teu castelo forte?
onde esta teu porto seguro?
onde esta teu coração neste momento?
teu diploma?
lembro de muitos sonhos que tivemos.
mas ao olhar hoje para a vida a que me levaste,não deixo
de me sentir desapontado.
te pergunto ainda.
foste conhecer outras cidades,outros lugares?
conheceste outras pessoas fora de teu circulo intimo?
cade aquelo risso que sempre carregavas ao rosto?
aquele aceno e um cumprimento a quem por ti passava?
E antes que eu pudesse responder ele voltava a perguntar.
ainda te lembras da infância?
lembro que o mundo era um mistério a ser desvendado,que de traz dos morros,haviam homenzinhos verdes,de como gostava de viajar as janelas dos ônibus,apenas para ver o mundo passando.
que fizeste então de tua vida?
pensei...pensei...pensei e pensei
muito sem jeito respondi
trabalhei
e o moleque se volta e pergunta de novo.
mas o que tu fez alem de trabalhar e me deixar cansado que traga orgulho?
nem pestanejei
respondi sem nem pensar.
tenho uma família,que amo acima de tudo
e tenho uma filha que ja dava-me orgulho antes de nascer.
respondi então ao moleque.
trabalhei por meus sonhos.
alguns atingi,novos sonhos vão surgindo,mas não sou preso a eles,
tenho minha filha
isso me basta.sou realizado.mais que isso
sou pai.
e com um sorriso indecifrável para mim
o moleque desvanece como sombra ao sol.
e volto ao meu interior novamente
sem saudade do moleque que fui,
porque muito vivi.
o pouco ou muito que realizei,me pertencem.
mas de tudo o feito.
resta o orgulho de ser um pai.
Postar um comentário